Notícias

Eletrobras Furnas investe R$ 22 milhões em novo transformador para a Subestação de Ibiúna-SP


Eletrobras Furnas investe R$ 22 milhões em novo transformador para a Subestação de Ibiúna-SP Eletrobras Furnas investe R$ 22 milhões em novo transformador para a Subestação de Ibiúna-SP

Equipamento foi entregue com antecipação de sete meses e aumentará confiabilidade para operação do sistema elétrico

A Eletrobras Furnas investiu R$ 22 milhões na aquisição de equipamento na Subestação Ibiúna (SP), uma das principais subestações do Sistema Interligado Nacional (SIN). O novo Transformador Conversor 300 MVA - 60 Hz já entrou em operação e integra o sistema de corrente contínua da empresa que é composto por duas Linhas de Transmissão de 600.000 Volts.

O equipamento é parte integrante do sistema de transmissão da energia elétrica gerada pela Usina de Itaipu Binacional, com capacidade de transmissão de 6.300 Megawatts, para atendimento ao SIN. O novo ativo instalado tem a função de converter a energia para a frequência utilizada no Brasil.

Para o diretor-presidente da Eletrobras Furnas, Clovis Torres, a conclusão das obras evidencia a importância do empreendimento e a capacidade do corpo técnico da empresa. “A antecipação da entrega de um empreendimento tão importante para o sistema elétrico nacional mostra o elevado conhecimento de nossos técnicos, que priorizam constantemente a eficiência operacional e o respeito à segurança e ao meio ambiente. Ganham a Eletrobras Furnas e o setor elétrico brasileiro!”, celebrou Torres.

A obra foi autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), através da Resolução Autorizativa 7.831 de 14/05/2019, substituída pela Resolução Autorizativa 8.541 de 28/01/2020, com prazo de implantação de 36 meses.

O empreendimento foi entregue com antecipação de sete meses em relação ao prazo da resolução. Por ser classificado como prioritário pela Aneel, esta antecipação permitirá a Eletrobras Furnas receber um adicional de Receita Anual Permitida (RAP) sobre o valor de receita previamente estabelecida em consonância com a Resolução Autorizativa 10.398 de 17/08/2019.

Fonte: Fátima Gomes - CDN Comunicação