Notícias

Firjan promoveu workshop de qualificação de fornecedores para o Porto do Açu


Firjan promoveu workshop de qualificação de fornecedores para o Porto do Açu Firjan promoveu workshop de qualificação de fornecedores para o Porto do Açu

Evento realizado na quarta-feira, 06/10, contou com a participação de mais de 70 empresas da região

Em operação desde 2014, o Porto do Açu é parada obrigatória em se tratando de novas oportunidades para as empresas fluminenses, em particular as situadas na região norte do estado. Por isso, a Firjan promoveu, em parceria com empresas do complexo portuário, um workshop de qualificação de fornecedores locais, conectando empresários da região a quatro grandes empresas do empreendimento: Ferroport, Açu Petróleo, GNA e Porto do Açu Operações. O evento, realizado em 06/10, em formato remoto, reuniu representantes de aproximadamente 70 fornecedores de segmentos variados relacionados à operação do porto e demais empresas-âncora do complexo.

O presidente da Firjan Norte Fluminense, Francisco Roberto de Siqueira, participou do encontro e explicou o papel da instituição nesse processo. “O evento contou com uma excelente adesão, o que demonstra o quanto os empresários locais estão antenados com as oportunidades que o Porto do Açu e a Firjan têm a oferecer. A clareza e a transparência das informações trazidas pelas empresas do complexo portuário foram bastante enriquecedoras, e por isso esperamos que o workshop tenha contribuído com o desenvolvimento da cadeia produtiva dos mais diversos setores da economia da região", disse.

As oportunidades de negócio são muitas. A Ferroport, por exemplo, opera o terminal de minério de ferro do Porto do Açu. A Açu Petróleo oferece infraestrutura e serviços de movimentação de petróleo no porto, com capacidade de até 1,2 milhão de barris por dia. E a GNA está construindo o maior parque termelétrico a gás natural da América Latina. O projeto prevê a implantação de duas usinas termelétricas movidas a gás natural; uma delas já em operação.

Mesmo com governanças distintas, o processo de cadastro de fornecedores é análogo nas empresas-âncora. Os interessados devem cadastrar seus portfólios no site de cada uma delas e apresentar propostas técnicas bem detalhadas. Preencher o cadastro não é garantia de demanda, mas cada vez que a área técnica de uma empresa-âncora tem necessidade de suprimentos é no banco de dados de pretendentes que a área comercial vai buscar os potenciais parceiros. E quem passa por crivos técnicos, comerciais e de licenciamento é homologado como fornecedor, habilitando-se a mais oportunidades.

“Entendemos a importância do nosso empreendimento para a região e fazemos questão de incentivar a qualificação e absorção de potenciais fornecedores locais, que podem ter novas oportunidades de negócios dentro do complexo portuário. Temos investido no diálogo com empresários do Norte Fluminense e temos a missão de crescermos juntos”, afirmou Thiago Cerqueira, gerente de Suprimentos da Porto do Açu Operações.

A perspectiva de desenvolver negócios na região empolga os participantes do workshop. A empresária Monalisa Crespo, da Vinhomatt, confecção especializada em uniformes, enxerga oportunidades em todas as quatro empresas e entende que o evento lhe abriu caminhos. “Acho importante a ação da Firjan ao fazer essa mediação. O workshop foi muito esclarecedor, para ter acesso a detalhes importantes sobre o processo de contratação das empresas e informações sobre a certificação. E saber que o critério não passa apenas por preço, mas que prioriza a qualidade, nos dá ânimo”, comenta.

Com área total de 130 km², o Porto do Açu possui localização estratégica em relação aos campos petrolíferos e de gás da Bacia de Campos, os maiores do Brasil; das jazidas de minério de ferro; e ao escoamento da produção do agronegócio. É composto de nove terminais, divididos em áreas offshore e onshore.

Faça bons negócios com a Petrobras.

Treinamento Gestão do Contrato com a Petrobras EAD - Exclusivo

Excelente oportunidade para conhecer nosso treinamento EAD Gestão do Contrato com a Petrobras, e evitar prejuízos na relação contratual com a empresa.

Click aqui e saiba mais: https://lnkd.in/eKATDTc

Fonte: Felipe Sáles - Assessor de Imprensa Firjan