Notícias

3R Petroleum negocia aquisição de campo de gás natural da Petrobras


3R Petroleum negocia aquisição de campo de gás natural da Petrobras 3R Petroleum negocia aquisição de campo de gás natural da Petrobras

A 3R Petroleum, empresa especializada em campos maduros que tem planos de abrir seu capital na bolsa, entrou em negociação exclusiva com a Petrobras para compra do Polo Peroá, em águas rasas do litoral do Espírito Santo. A informação foi confirmada pelo Valor.

Os campos de Peroá e Cagoá produzem cerca de 900 mil metros cúbicos diários (m3/dia) de gás natural. Se bem-sucedida, a aquisição pode alçar a 3R à condição de um dos maiores produtores privados de gás do país, no contexto da abertura do mercado brasileiro.

A companhia registrou, em setembro, pedido de abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
A 3R tem sido uma das empresas mais ativas na aquisição de campos maduros da Petrobras. Em um ano, a petroleira já fez três compras, no valor de US$ 256 milhões - duas delas recentes, ainda não concluídas.

Os ativos terrestres comprados no Rio Grande do Norte (Polo Macau), Ceará (Polo Fazenda Belém) e Bahia (Polo Rio Ventura) alçam a empresa ao posto de maior produtora privada de petróleo em terra no país, ao lado da Petrorecôncavo, com cerca de 5,8 mil barris/dia.
Além disso, a companhia também está comprando a participação da Petrobras no Polo Pescada, em águas rasas do Rio Grande do Norte, onde a empresa já atuava por meio da Ouro Preto Óleo e Gás.

Como parte dos preparativos para o IPO, a 3R passou por uma reestruturação societária. Os ativos da companhia e os da Ouro Preto, vendida por Rodolfo Landim à Starboard este ano, foram reunidos numa só empresa: a 3R Petroleum Óleo e Gás, controlada pela Starboard por meio de diversos fundos que detêm 68,3% da petroleira. DBO Energia (19,2%), BTG (6,55%) e um grupo de investidores individuais (5,95%) completam o quadro acionário - que será diluído com a oferta primária
A 3R Petroleum é controlada pela Starboard, que atua com reestruturação de empresas em dificuldades, mas que tem apostado em campos maduros de petróleo como um novo negócio. O plano é capitalizar a 3R via mercado de capitais, sobretudo, para financiar novas aquisições.

A proposta da companhia é dedicar 55% dos recursos a serem levantados com o IPO para comprar mais campos maduros. Outros 30% serão usados para pagar as aquisições em curso e 15% para aumento da posição de caixa.

PARA OS NEGÓCIOS É IMPORTANTE SABER MAIS SOBRE GESTÃO DOS CONTRATOS COM A PETROBRAS:

A Petrobras está criando um programa de apoio à sua cadeia fornecedora.

Para a estatal, a existência de uma cadeia de fornecimento é absolutamente fundamental, à medida que são feitas descobertas e investimentos de bilhões de dólares.

Ótima oportunidade para conhecer nosso treinamento EAD Gestão do Contrato com a Petrobras, para empresas e profissionais.

Click aqui e saiba mais: https://lnkd.in/eKATDTc

Fonte: Valor