Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» Contratar Profissional

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Mudança contábil faz plataformas de petróleo impulsionarem investimento

3 de dezembro de 2018

Uma alteração contábil na importação de plataformas de petróleo ajudou a impulsionar o investimento no país, que subiu 6,6% no terceiro trimestre, o melhor resultado desde o último trimestre de 2009. A medida, porém, não teve impacto no resultado final do PIB.

A partir de março, as plataformas passaram a ser consideradas ativos permanentes das petroleiras instaladas no país, e não mais prestação de serviços pagos a subsidiárias ou fornecedores no exterior, como previam as regras do regime de benefícios fiscais para o setor, o Repetro.

O Repetro foi renovado no fim do ano passado, com a extensão de seu prazo de vigência de 2019 para 2040 e alterações em seu funcionamento. "É uma forma de fazer com que a plataforma fique aqui e não tire divisas do país [com o aluguel ou o pagamento pelos serviços]", explica Carolina Bottini, sócia do escritório Tauil & Chequer.

Em 2018, a Petrobras recebeu cinco novas plataformas de petróleo. Outras três estão previstas para entrar no país até o ano que vem, com novos impactos nas contas nacionais.

Julio Janiolo, do Vinhas e Redenschi Advogados, diz que em 2020 as plataformas já em operação no país terão que aderir ao novo regime, o que pode gerar fortes distorções nos dados do IBGE. A maneira como isso será feito ainda está em discussão.

A coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis ressaltou, porém, que a nova contabilização das plataformas não teve impacto no resultado final do PIB do terceiro trimestre, já que também entram na conta de importação de bens, o que compensa o efeito positivo do investimento.

Assim, embora a mudança tenha elevado a taxa de investimento de 16,1% para 16,9% do PIB, o resultado final do crescimento da economia seria os mesmos 0,8% caso o modelo anterior continuasse em vigor.

"O Repetro não teve influência no resultado agregado do PIB. O crescimento do investimento foi consistente com outros indicadores econômicos, sondagens, pesquisas macroeconômicas do IBGE, do Caged... Todos na mesma linha, que mostra a recuperação econômica em ritmo lento", comentou o economista do Itaú-Unibanco Artur Passos.

Prepare-se:

Não fique de fora dos empregos, e negócios.
Qualifique-se, e turbine seu currículo, com nossos treinamentos, clicando aqui.

Fonte: Folha

Últimas Notícias
» Ministério Público do Rio alerta para dependência do uso dos royalties em Niterói
» Setor de petróleo e gás inicia retomada, mas com muitos desafios
» ANP prevê Brasil com 170 plataformas de petróleo
» Conheça as áreas onde o profissional de petróleo e gás trabalha
» Maricá pode ganhar primeiro ônibus de hidrogênio com passageiros do Rio
» Petrobras inicia segunda etapa de testes de produção do campo de Mero, em Libra
» Com torpedos e mísseis, novo submarino do país vai patrulhar pré-sal
» Brasil deve ter a 2ª maior expansão da produção de petróleo fora da Opep em 2019
» Setor de petróleo e gás prevê retomada de negócios mas quer a Petrobras com exigências mais realistas
» Ranking da CGU coloca Macaé mais uma vez em destaque na transparência
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing